Décimo-terceiro: gastar é fácil

ux-788002_1920_blogdozent

Com a chegada do final do ano, empregadores têm até 20 de dezembro para pagar a segunda parcela do décimo-terceiro salário a seus funcionários, uma graninha extra que pode fazer a festa para quem está empregado. No artigo de hoje cito alternativas para seu uso que fogem do lugar-comum do consumo… Afinal, gastar todo muito sabe, não é mesmo?

(1) Eliminar dívidas: Para os que estão encalacrados com dívidas que crescem muito rápido por conta das elevadas taxas de juros cobradas – cartão de crédito, cheque especial, financeiras – é uma boa ocasião para estancar a sangria no orçamento com despesas que não dão prazer, como os juros. Aliás, reforço que nestas situações, não recomendaria outro uso para o décimo-terceiro além deste objetivo.

(2) Antecipar parcelas de financiamento imobiliário: Mesmo considerando as baixas taxas cobradas nos empréstimos para a compra da casa própria, não descarte esta alternativa, pois é bem possível que com os recursos do salário extra, seja possível abater três ou quatro parcelas do financiamento. E se este for um hábito regular, isto significa que a cada três anos você reduzirá um ano de sua dívida, que tal?

(3) Aplicar em um PGBL: Para quem já aplica regularmente em planos complementares de aposentadoria, tipo VGBL, vale considerar utilizar o salário extra para fazer um aporte único em um PGBL, aproveitando assim o benefício fiscal de deduzir a contribuição feita na base de cálculo do imposto de renda a acertar em 2016 (quem apura imposto a pagar, pagará menos, quem apura imposto a receber, receberá mais). Neste tipo de aplicação, a legislação fiscal permite que se abata até 12% da renda bruta do contribuinte da base de cálculo do imposto, percentual que ficará acima do valor recebido como décimo-terceiro. Claro, desde que você não tenha feito outros aportes no PGBL ao longo do ano, quando então será preciso refazer as contas para se evitar estourar o limite do abatimento. Veja também o post que escrevi sobre este tema!

(4) Fazer caixa para o início do ano: Não se esqueça que início de ano é complicado para todo mundo: IPTU, IPVA, matrícula e material escolares, férias e muitos outros custos elevados. Guardar todo ou parte do décimo-terceiro para fazer frente às futuras despesas é uma excelente alternativa, principalmente se considerarmos que impostos e escolas, em geral, oferecem descontos expressivos quando pagos à vista.

(5) Reforçar o fundo de emergência: Sempre recomendo isso para estas receitas que saem fora do dia a dia de nosso orçamento, sejam elas o décimo-terceiro, a devolução do IR ou bônus e gratificações de fim de ano. Vem em bom momento, considerando o cenário nada animador que ainda temos pela frente.

Indo para a ponta oposta, e quando você é o pagador do décimo-terceiro? Fui me cadastrar no e-Social para regularizar a situação da empregada doméstica… Minha nossa, apesar de arrumadinho, como precisa-se de informações até a impressão da guia para os recolhimentos necessários. Ainda que o sistema sirva para todo e qualquer tipo de empegado, achei muito complexo para o cidadão comum compreender e estar em dia com legislação. Será que precisaremos terceirizar o serviço contábil – e com isso incorrer em custos adicionais – por queremos estar dentro da Lei? Sei não, acho que vai desestimular muita gente a contratar trabalhadores domésticos… E não é por conta do acréscimo nos encargos, mas sim pelo excesso de burocracia. Lerei o manual com cuidado e, quem sabe, publico um post para ajudar aos que tenham dificuldades que nem eu!

Um grande abraço e até a próxima!

Sobre o autor

Roberto Zentgraf
Roberto Zentgraf

2 Comentário

Deixe um comentário
  • Ótimas dicas, mas fiquei especialmente animado com a idéia de você publicar um passo a passo do eSocial. Que coisa burocrática! Acho que consegui registrar as cuidadoras de meus pais, mas não descobri como imprimir a guia para o pagamento. E também não há nenhum tipo de recibo para fornecer às cuidadoras. Confuso mesmo.
    Parabéns pelo blog! Abraços.

    • Prezado Antonio, vou precisar de tempo para entender aquele manual, mas tão logo o tenha destrinchado, prometo um post, ok?
      Obrigado pela participação, abraços RZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Copyright © BlogdoZent. Criado por Designend.

View in: Mobile | Standard